ARTE
Real ou imaginário? Terminal Central recebe intervenção urbana nesta quarta
Canção do Beco é protagonizada pelo músico e ator Mauro Braga e acontece às 16h no Terminal Central
06/10/2015 - 15h21 | - Atualizado em 06/10/2015 - 15h29 Mariane Mirandola
mariane.mirandola@rac.com.br
Canção do Beco será apresentada no Terminal Central e Mercado Municipal
Senhoras e senhores, respeitável público, ao embarcarem no Terminal Central de Campinas, nesta quarta-feira, 5, às 16h, tenham atenção e não queiram se intimidar, afinal, o figura Casca Grossa passa por lá para uma intervenção urbana. Ele não usa vestes de marca italiana e nem sapatos americanizados. Seu figurino foi criado pela artista Adelvane Neia. Seus dentes são um pouco diferentes e pendurado no suspensório vai o seu banco de plástico.

Ele carrega consigo um instrumento de estimação. É Bafo-quente, um violoncelo que desperta a atenção até dos mais distraídos e dessa cumplicidade, nasce a intervenção cênica Canção do Beco, protagonizada pelo músico e ator Mauro Braga, que é Bacharel em Música Popular pela Unicamp.

Braga já participou da Orquestra Oficina de Cordas, sob a direção de Tibô Delor e atualmente, compõe o quarteto de cordas Carcoarco. Entre 2002 e 2012, integrou a companhia cênico-circense ParaladosanjoS, de quem até hoje é parceiro e colaborador. Por meio do contato com o teatro e o circo, tornou-se ator e palhaço, tendo como principais mestres Adelvane Néia (Humatriz Teatro e a mesma que compôs o seu figurino), Leris Colombaioni (Itália), Ricardo Puccetti (Lume Teatro), Esio Magalhães (Barracão Teatro), Teófanes Silveira (Palhaço Biribinha), entre outros.

Se você ficou interessado em conhecer a figura e saber mais sobre o seu som, além do Terminal Central ele passará por outros pontos da cidade, anote:

Quarta-feira (7/10)
às 16h: Terminal Central de Campinas (Rua Cônego Cipião, no Centro)
às 17h30: Mercado Municipal de Campinas (Rua Benjamin Constant, no Centro)

Sexta-feira (9/10)
às 16h: Praça Rui Barbosa (Rua 13 de Maio, s/nº, no Centro)
às 17h30: Largo do Rosário (Av. Francisco Glicério, no Centro)

Agora, se você não conseguir conter a curiosidade, veja o que pode acontecer: