BABADO
Famosos passam 'Dia dos Namorados' solteiros
Thaila Ayala afirma que prefere os "sapos" e as fãs vão ao delírio
12/06/2015 - 16h56 | - Atualizado em 12/06/2015 - 16h58 Portal RAC
faleconoscorac@rac.com.br
No "Dia dos Namorados" os solteiros resolveram se expor e divulgar nas redes sociais por estarem felizes com a "solteirice". E nessa onda muitos artistas aproveitam o Instagram para colocar o que acham a respeito do dia. Afinal de contas, mesmo solteiro dá para comemorar não é?
Thaila Ayala
Parece que a atriz não precisa de um príncipe encantado no dia 12 de Junho. Ela assume no Instagram que prefere "os sapos" e muitas seguidoras se identificaram: "EEEUUU", "exato", comentaram algumas fãs.
Foto: Reprodução .
Famosos passam 'Dia dos Namorados' solteiros
Famosos passam 'Dia dos Namorados' solteiros
 
Mulher Melão
Solteira, mas não por falta de opção. Muitos fãs nos comentários queriam o whats da gata. 
Foto: Reprodução .
Famosos passam 'Dia dos Namorados' solteiros
Famosos passam 'Dia dos Namorados' solteiros

Sabrina Boing Boing
No caso de Sabrina, os fãs não só pediram o whats app da morena como teve gente que deixou seu próprio número!
Sabrina Boing Boing
 
Adrilles Jorge

O ex-BBB realmente foi "babado" em sua postagem no Instagram.  "Tudo isto para homenagear invejosamente o dia dos namorados e os agraciados pela sorte de ter uma paixão correspondida - uma das poucas coisas que dão um sentido provisório à vida."
  
 

Costumo dizer que sou suficientemente romântico para acreditar em amor eterno e relativamente cético para crer em casamento. Pela razão de achar que o que a paixão une, o convívio cotidiano tenda a matar paulatinamente. Sendo a paixão romântica um ideal, deve ser tratada pragmaticamente como tal. Neste sentido, o namoro se apresenta como a melhor medida para conservar a idealização da relação. As ausências, os hiatos de tempo, a saudade, o não comprometimento com as mesquinharias financeiras do dia-a-dia e uma certa falta ajudam a temperar o interesse, o desejo de ter a outra pessoa a seu lado. Pode parecer paradoxal dar um tratamento pragmático a um sentimento ideal, mas o paradoxo é o de estar vivo e apaixonado. A entrega absoluta a um só ser é uma violência deleitável contra a razão das pulsões instintivas humanas.O romantismo racionalizado é uma maneira de enganar o engano: o saboroso engano amoroso de se projetar pela eternidade um sentimento sublime que dura pelo tempo da chama que o alimenta. Tudo isto para homenagear invejosamente o dia dos namorados e os agraciados pela sorte de ter uma paixão correspondida - uma das poucas coisas que dão um sentido provisório à vida.

Uma foto publicada por Adrilles Jorge ?? (@adrillesjorge) em