VISAGISMO

Descubra como o visagismo pode te ajudar a mudar o estilo

A técnica auxilia na melhora da autoestima, possibilita o autoconhecimento e ainda mudança de visual
Fernanda Bugallo
fernanda.bugallo@rac.com.br
Descubra como o visagismo pode te ajudar a mudar o estiloTécnica utilizada muitas vezes para melhorar a autoestima, o visagismo  é a arte de criar uma imagem pessoal que revela as qualidades interiores de uma pessoa, de acordo com suas características físicas e os princípios da linguagem visual (harmonia e estética), utilizando alguns recursos, como a mudança do corte e cor do cabelo. 
Existem quatro tipos de classificações utilizadas pelos visagistas para compreender o tipo de harmonia que uma pessoa pode ter ou até mesmo que ela transmite para os demais: beleza sangüínea, beleza colérica, beleza melancólica e beleza fleumática.

Assista a primeira transformação do cabeleireiro e visagista Eder Freitas nos estúdios da TV RAC. 

 
Beleza sangüínea: luminosa e vibrante. Dinâmica, festiva e motivadora. É também destemida e criativa. Ligada ao sol, sua cor é o amarelo. Irradia alegria e entusiasmo.

A personalidade sanguínea é caracterizada pela extroversão e a energia. Sanguíneos ocupam espaço e gostam de estar no centro de atenções. Gesticulam muito, são inquietos e falam e riam alto. São curiosos e motivados por novidades. Não gostam de rotina, nem de ficar confinados, por isso preferem trabalhar fora de escritórios. Também gostam de pessoas e têm facilidade de entusiasmar os outros. Não têm medo de novas empreitadas, mas podem ser impulsivos e, até, imprudentes.

No entanto, têm dificuldade em se estruturar, se concentrar e de ser constante, o que pode levá-los a serem superficiais. Por isso freqüentemente não terminam o que começam e são dispersivos e desorganizados. Às vezes são inconvenientes, por causa do entusiasmo excessivo. São desligados e "esquecidos" e com tendência a sofrer acidentes.

Beleza Colérica:  expressa muita atitude. Poderosa, passional e independente, é também líder. Ligada ao coração, sua cor é o vermelho. Transmite força, coragem e determinação.

Os coléricos são pessoas fortes e decididas. Têm opiniões que expressam e defendem com força e paixão, o que faz com que pareçam intransigentes e autoritários. São emotivos e intensos. Podem ser explosivos, mas não guardam rancor. São fieis, corajosos, generosos e prezam a lealdade. Atuam em linha reta, perseguindo objetivos, e são obstinados, com tendência a serem teimosos. Terminam o que começam.

São motivados por desafios e podem ser insensíveis na busca dos seus objetivos. Dominadores, impacientes e intolerantes e podem ser arrogantes e orgulhosos. São líderes que podem se transformar em tiranos.

Beleza Melancólica:  elegante, sensível e artística. Profunda, charmosa e sofisticada. É ligada à água, sua cor é o azul. Transmite calma e organização.

Os melancólicos são sensíveis, quietos e introvertidos. Prezam a eficiência e competência, podendo ser perfeccionistas. São profundos, reflexivos e pensadores, com inclinação artística ou científica. Têm bom gosto e são refinados, com aparência bem cuidada. Preservam seu espaço e não gostam que sua privacidade seja invadida. Muitos são meigos e prestativos.

Relutam em se arriscar e tendem a ser ansiosos. São organizados e gostam de manter listas de tarefas, com tendência à inflexibilidade quanto a normas e regras. Essa característica pode fazer com que se tornem controladores e conservadores, tolhendo sua criatividade, embora idéias não lhes faltam.

Beleza fleumática:  é serena e espiritualizada. Meiga, acolhedora e abnegada. É também diplomática e amigável. Ligada ao éter, sua cor é o roxo. Transmite segurança e paz.

Os fleumáticos são amigáveis, pacientes e abnegados. São pacificadores e diplomáticos, pois não gostam de confrontos. Precisam de segurança, portanto não gostam de riscos. São constantes e fieis. São amorosos e carinhosos e transmitem um senso de satisfação e bem-estar. São adaptáveis e flexíveis, enquanto a sua comodidade não seja afetada.

Não são competitivos, nem ambiciosos. Satisfazem-se com pouco. Isso podem torná-los acomodados, disinteressados e, até, indolentes. Tendem a fugir de responsabilidades. Não gostam de incomodar os outros, porque não gostam de ser incomodados. Freqüentemente, deixam as escolhas para os outros, pensando que estão sendo agradáveis, sem perceber que isso pode ser muito irritante e deixa uma imagem de indeciso.

Assista a segunda transformação do cabeleireiro e visagista Eder Freitas nos estúdios da TV RAC.