"SOFRI DEMAIS"
Celso Portiolli revela que sofreu no SBT no início de carreira
O apresentador ainda diz que Silvio Santos foi o responsável por ensinar muita coisa a ele
26/05/2015 - 20h00 | - Atualizado em 26/05/2015 - 20h09 Portal RAC
faleconoscorac@rac.com.br
Foto: Instagram / Reprodução.
Celso Portiolli tietando o patrão Silvio Santos
Celso Portiolli tietando o patrão Silvio Santos
Celso Portiolli foi o entrevistado do programa "Na Lata", apresentado por Antonia Fontenelle no YouTube, e fez revelações sobre o início da carreira no SBT.
O apresentador do "Domingo Legal" diz que quase foi para a Globo: "O Roberto Talma disse que ia me levar para a Globo. Ia fazer um programa de sábado a tarde, para que um dia pudesse ir para os domingos. Eu ganhava X e ele me ofereceu, de cara, dez X. E, de luva, cem X. Fiquei louco", assumiu.
Celso afirma que Silvio achou que a proposta fosse mentira, mas ainda assim garantiu que cobriria: "Eu, encantado com tudo, fiquei no SBT e assinei com ele. Aí comecei a comer o pão que o diabo amassou", falou.
"O Silvio diminuiu o meu salário, me colocou na geladeira. Mas eu o entendo. Na visão dele era um moleque de 30 e poucos anos, ganhando bem, sem pressa de estourar. Ele não precisava de mim. Só depois fui entender que ele estava me ensinando muita coisa, a ser mais homem, ser mais humilde, respeitar os outros profissionais. Hoje sou um cara polido pelos gestos do Silvio Santos. Hoje sofro menos na vida porque ele me ensinou a bater a cara no muro e levantar a cabeça. Me ensinou muito, mas sofri demais", conta o apresentador.
Celso renovou o contrato recentemente com o SBT por mais 3 anos. As informações são do site 'MSN'.