ANOS 70
Cantor revela ter fumado maconha na Casa Branca
Astro country Willie Nelson disse que "íntimo da Casa Branca" tirou um baseado do bolso quando os dois estavam no telhado do prédio
05/05/2015 - 18h49 | - Atualizado em 05/05/2015 - 18h50 France Presse
faleconoscorac@rac.com.br
Foto: Yuri Gripas/AFP.
Willie Nelson, de 82 anos, contou a história em sua autobibliografia
Willie Nelson, de 82 anos, contou a história em sua autobibliografia
O cantor country americano Willie Nelson, talvez mais conhecido por seu cabelo trançado longo do que por suas melodias, conta em sua autobiografia publicada nesta terça-feira (5) que em 1977 fumou maconha na Casa Branca.

Dois dias depois de ser libertado da prisão por posse de cannabis nas Bahamas, o presidente Jimmy Carter convidou Willie Nelson para jantar na Casa Branca para lhe agradecer o apoio na campanha de 1976.

Nelson observou que, após o jantar, um "íntimo da Casa Branca" o convidou a subir ao telhado para apreciar a vista de Washington. E essa pessoa, cuja identidade não é revelada pelo cantor, tirou um baseado do bolso.

"Fumar um 'baseado' no telhado da Casa Branca, isso me fez pensar", escreve Willie Nelson,  de 82 anos, em sua autobiografia intitulada "It's a Long Story" ("É uma longa história", em tradução livre).

"Algumas questões de ordem filosófica vêm à mente, do tipo: 'Porra, como eu fui parar aqui?", continuou. Willie Nelson diz que prefere mil vezes a maconha ao álcool, "porque a maconha nunca (o) traiu". "Ao contrário do álcool, a maconha jamais me fez mal ou me deixou violento".

Willie Nelson, que ainda leva o longo cabelo grisalho em duas tranças, é um dos últimos gigantes vivos da tradição norte-americana do folk-country simbolizada pelo falecido Johnny Cash.
Veja também