DISCUSSÃO
Sociólogo nega acusações de homofobia de Paulo Betti
Roberto DaMatta diz ter afirmado para que ator apenas se preparasse para 'eventuais reações homofóbicas'
05/05/2015 - 17h14 | - Atualizado em 05/05/2015 - 17h19 Agência Estado
faleconoscorac@rac.com.br
Foto: Reprodução/TV Globo.
Paulo Betti interpretou o jornalista gay Téo Pereira, em 'Império'
Paulo Betti interpretou o jornalista gay Téo Pereira, em 'Império'
O ator e diretor Paulo Betti concedeu uma entrevista à rádio MPBfm, do Rio, que resultou em um desabafo na sua página no Facebook, publicado na tarde desse domingo (3). "Fui agredido sim verbalmente e com muita violência, pelo famoso sociólogo Roberto DaMatta, professor e escritor, que na frente da própria esposa, me falou barbaridades contra personagens gays em novelas", escreveu Betti.

Roberto DaMatta negou as acusações. "No mencionado encontro, parabenizei o ator por sua atuação na novela 'Império', da Rede Globo, no papel do personagem Téo. Em seguida, disse que ele se preparasse para eventuais reações homofóbicas, dados os preconceitos infelizmente ainda existentes na nossa complexa e multifacetada sociedade. E mais não houve", afirmou o sociólogo.

"Excluindo a hipótese de má fé deliberada", continua, "motivada por questões de outra ordem, políticas ou não, somente posso supor que um grande ruído de comunicação possa ter ocorrido, fazendo com que os significados dos significantes da minha comunicação tenham sido erroneamente interpretados".
Veja também