PELE SAUDÁVEL

O que é verdade e o que é mentira quando o assunto é pele

Dicas que auxiliam no cuidado e saúde da sua pele
15/05/2015 | - Atualizado em 15/05/2015 - 10h58 Portal RAC
faleconoscorac@rac.com.br
Foto: Divulgação
O protetor solar deve ser usado mesmo em dias nublados
O protetor solar deve ser usado mesmo em dias nublados
A médica dermatologista Christiana Blattner, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia, listou quatro cuidados diários para manter a pele mais saudável. A especialista, de Campinas, também comentou sobre algumas das dúvidas mais frequentes sobre a pele, para você descartar de uma vez por todas alguns mitos:

Dicas para cuidar da sua pele diariamente:

1. Use diariamente o filtro solar, mesmo em dias nublados. “Apesar de a luminosidade ser muito maior em dias ensolarados, a luz passa pelas nuvens e reflete em tudo ao seu redor. Como os raios solares são fator de risco para o câncer de pele, além de acelerarem o envelhecimento, o uso do filtro solar deve ser um hábito diário”, diz a médica Christiana Blattner, membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Além do rosto, o filtro deve ser aplicado nas demais áreas expostas ao sol, como mãos, braços e colo. Mesmo quem tem pele negra, que possui maior quantidade de melanina e é naturalmente mais protegida do sol, deve usar o filtro.

Você também poderá se interessar por:
- Tratamento caseiro para estrias com cosméticos
- Receitas caseiras para acabar de uma vez por todas com as estrias

2. Hidrate a pele com frequência. “Usar cremes hidratantes com frequência ajuda a manter a pele hidratada, macia e nutrida, com aparência mais jovem” explica dra. Christiana Blattner. As pessoas com pele seca precisam usar produtos que auxiliem na hidratação, como cremes com propriedades emolientes. Já as pessoas com pele mista e oleosa devem retirar o excesso de oleosidade da pele e usar produtos que não a deixem engordurada. “Hoje existem hidratantes e filtros solares que contém microesferas matificantes, que absorvem o excesso de gordura da pele, deixando-a sempre com aspecto seco, sem desidratá-la”, explica a especialista.

3. Evite água muito quente sobre a pele. Evite os banhos com água muito quente, mesmo nos dias mais frios, para não ressecar a pele.

Você também poderá se interessar por:
- Como acabar com as estrias de uma vez por todas
- Celulite: Ela chega sem avisar, mas quem controla é você

4) Adote cuidados básicos continuamente: alimentação equilibrada, prática de exercício físico, ingestão adequada de líquidos, especialmente água; usar constantemente filtro solar e hidratante pós-sol.

Veja algumas das dúvidas mais comuns sobre os cuidados com a pele:

1. A maquiagem sai mais rápido na pele oleosa e dura mais na pele seca?
Verdade. “A maquiagem acaba tendo uma duração um pouco maior em pessoas de pele seca. Deve-se ter um pouco de cautela com os produtos em pó, pois ao longo do dia eles vão apresentando um aspecto de ‘pele craquelada’. Já os famosos BB Creams formam uma camada (tipo massa corrida) impedindo esse efeito indesejado. A pessoa com pele oleosa deve usar produtos com efeito mate, que possuem substâncias que absorvem a oleosidade excessiva. Hoje existem inúmeras marcas com produtos como hidratantes, filtro solares e maquiagem com esse efeito”, explica a dermatologista.

Você também poderá se interessar por:
- Cuidados com as mãos no outono/inverno
- A importância da esfoliação para uma pele bonita e saudável

2) Usar maquiagem com frequência faz a pele envelhecer mais rápido?
Mito. Segundo a médica, os produtos, como a base, por exemplo, acabam servindo como uma camada de proteção para a pele, dificultando o aparecimento de manchas. A escolha do produto, porém, deve levar em conta o tipo de pele da mulher. Pessoas com pele oleosa devem usar maquiagem oil free, por exemplo. O médico dermatologista pode ajudar na avaliação do seu tipo de pele.

3) Apertar cravos e espinhas provoca cicatrizes?
Mito. De acordo com Christiana Blattner não é o fato de espremer a acne que causa as marcas. Pessoas com tendência a cicatrizes têm mais risco de apresentar esse problema, pois é um processo interno. O perigo de apertar um cravo ou uma espinha com as mãos é justamente machucar, ferir a pele, causando cicatriz pelo atrito exagerado, além de transmitir bactérias que podem piorar a situação. “Melhor que espremer as espinhas é usar produtos secativos. Caso já existam cicatrizes, há vários tratamentos para minimizá-las, como uso de lasers, peelings, preechimentos, microenxertos, subcisão”, diz a especialista.

Você também poderá se interessar por:
- Aprenda a remover cravos do rosto sem agredir a pele
- Rotina completa de beleza para manter a pele sempre linda e saudável 

4) Estresse faz o cabelo cair mais?
Verdade. Em períodos de muito estresse, ocorre a liberação de cortisona, que aumenta a oleosidade do couro cabeludo, o que é uma das causas da queda. A pele no geral também fica mais oleosa, por isso é comum o aparecimento de acne nessas fases.

5) Cortar os cabelos com frequência faz com que cresçam mais rápido?
Mito. “A ponta dupla enfraquece os cabelos, por isso cortar com frequência elimina esse problema. Mas se você cortá-lo mais que 1 cm por mês, vai encurtá-lo, pois ele não cresce numa velocidade maior que esta. Cortar não faz crescer mais rápido nem parar de cair”, esclarece Christiana.

6) Celulite só aparece em pessoas obesas?
Mito. O ganho de peso, o acúmulo de gordura localizada e a retenção hídrica são fatores associados à piora da celulite, mas, apesar de ser menos frequente, pessoas magras também podem apresentar celulite, porque há fatores anatômicos e até causas hereditárias envolvidos. “Frequentemente mães e filhas apresentam o mesmo padrão de celulite. Isso se deve à anatomia dos septos subcutâneos, que se assemelham entre membros da mesma família”, comenta a médica.

Veja também