BEM ESTAR

Exercícios do Pilates trazem benefícios para gestantes

A técnica do Pilates é benéfica tanto nos nove meses de gestação quanto no momento do parto
11/05/2015 | - Atualizado em 11/05/2015 - 17h46 Divulgação
faleconoscorac@rac.com.br
Foto: Divulgação
Método foi criado por Joseph H. Pilates durante a década de 20
Método foi criado por Joseph H. Pilates durante a década de 20
O Pilates não foi apenas uma moda passageira, mas uma modalidade que chegou, agradou e recebe todos os dias novos adeptos. O método criado por Joseph H. Pilates durante a década de 20 tem como base diversas técnicas para controle motoro.
 
A gestação é uma fase muito especial na vida da mulher, tanto seu corpo quanto o seu psicológico sofrem modificações consideráveis e muitas vezes ela não está preparada para tantas mudanças.
 
A atividade física vem como um auxílio para enfrentar essa fase, dentre as alterações ocorridas no corpo da mulher, a dor lombar é a maior incidência de queixas. Cerca de 50% das gestantes apresentam este sintoma, que muitas vezes chega a ser considerado normal pelos obstetras.
 
De acordo com a especialista Maria Militão, educadora física, docente dos cursos de Extensão e pós-graduação das universidades Estácio de Sá e USCS – Universidade Municipal de São Caetano do Sul, alguns profissionais da saúde começaram a pesquisar maneiras de aliviar esse incômodo na gestante. "Um estudo analisou gestantes ao longo do treinamento com o método Pilates e através da "Escala Visual Analógica da Dor" verificou que as gestantes que iniciaram o Programa de Pilates com dor lombar, após 5 semanas relatavam ausência total da dor", explica.
 
Os princípios do método Pilates contribuem com as gestantes de uma maneira especial, pois durante os exercícios é usada constantemente a musculatura estabilizadora do tronco, contribuindo para a manutenção de uma postura mais equilibrada.
Além da estabilidade da postura, o método Pilates proporciona benefícios como:
- Resistência da Musculatura do assoalho pélvico
- Força Abdominal
- Maior mobilidade da coluna
- Alongamento
- Melhora da circulação sanguínea
- Relaxamento
- Consciência Corporal
 
A professora Maria Militão também explica que a gestante deve ter em mente que o Pilates é benéfico tanto nos nove meses de gestação quanto no momento do parto por estar mais fisicamente preparada para os esforços e também no pós-parto, quanto a mãe necessita de maior vigor físico para os cuidados com o bebê.
 
Portanto, o Pilates pode ser incorporado a rotina de atividade física da mulher antes da gravidez, durante e depois, assim a futura mamãe ficará em forma para a nova fase de sua vida.