PROGRAMAÇÃO
Série 'Os Experientes' estreia na Rede Globo
Depois do sucesso de "Felizes Para Sempre", Fernando Meirelles emplaca uma nova série na Globo
10/04/2015 - 11h10 | - Atualizado em 10/04/2015 - 11h15 Agência Estado
faleconoscorac@rac.com.br
Os Experientes
Envelhecer e se redescobrir ou se reinventar: é esse o mote que norteia a série "Os Experientes", que a Globo põe no ar nesta sexta-feira, 10, após o Globo Repórter, com um elenco que soma Beatriz Segall, Juca de Oliveira, Goulart de Andrade, Selma Egrei, Joana Fomm, Wilson das Neves, Germano Mathias, João Cortês, Lima Duarte, Dan Stulbach, Othon Bastos, Elcyr Souza, Silvia Lourenço e João Baldasserini, entre outros. A direção-geral é do cineasta Fernando Meirelles e de seu filho, Quico Meirelles, autor da ideia de abordar o tema. A direção dos episódios tem os créditos dos dois e de Gisele Barroco.

São quatro episódios - três deles ("Atravessadores do Samba", "Folhas de Outono" e "O Primeiro Dia") têm autoria de Marcio Alemão Delgado. "Assalto", episódio de estreia, é assinado por Antonio Prata. Muito ligado aos avós, Quico, autor da sugestão, percebeu que pouco se fala do universo da terceira idade hoje.

"Inicialmente, seriam oito episódios, mas por questão do espaço na grade viraram só quatro", conta Fernando Meirelles à reportagem. "Como quatro são quatro vezes mais do que nenhum, embarcamos." A proposta foi apresentada à direção da Globo em meio a um pacote de projetos da produtora O2, que tem um contrato de parceria com a Globo.
Reza o acordo que a emissora tem prioridade na escolha dos projetos da empresa de Meirelles. "Creio que a possibilidade de dar o protagonismo para grandes atores que não são protagonistas faz tempo atraiu-os mais dos que as próprias histórias apresentadas", diz o diretor. "O formato falou mais alto."

Como a ideia inicial previa oito histórias, três roteiristas receberam a encomenda de criar nove histórias. As melhores acabaram ganhando espaço.

"Temos uma história romântica, uma de ação, uma espécie de musical e a última é sobre a vida sendo passada a limpo." A redescoberta do amor surge em dois episódios. Como diz o diretor é "a eletricidade voltando surpreendentemente, depois de tanto tempo adormecida".

Cria de Goulart de Andrade na TV, Meirelles se sente especialmente satisfeito em trazê-lo de volta ao exercício de atuar. Ele está no episódio "Atravessadores do Samba". "O Goulart não é músico mas se vira muito bem com um tamborim. Já ator, para a minha surpresa, ele foi. Fez até novela há meia década e ainda sabe tudo sobre o ofício. Boa surpresa." Já na história do dia, Beatriz Segall é protagonista e acaba se tornando a heroína de um assalto a banco, surpreendendo quem via nela uma senhorinha inútil e indefesa.