CLÁSSICO
'The Dark Side of The Moon', do Pink Floyd, completa 42 anos
Uma das mais importantes produções do grupo, álbum marcou uma nova fase no som da banda
24/03/2015 | - Atualizado em 24/03/2015 - 21h44 Agência Estado
faleconoscorac@rac.com.br
Foto: Reprodução.
Discou teve mais de 50 milhões de cópias comercializadas em todo o mundo
Discou teve mais de 50 milhões de cópias comercializadas em todo o mundo
No dia 24 de março de 1973, o Pink Floyd lançava na Grã-Bretanha "The Dark Side of the Moon", seu oitavo álbum de estúdio e considerado, até hoje, um dos mais importantes discos de todos os tempos. Com 10 faixas, é o segundo disco mais vendido da história, com mais de 50 milhões de cópias comercializadas.
 
Nos Estados Unidos, o LP chegou um pouco antes, em 10 de março de 1973, provavelmente para que o público norte-americano o conhecesse antes do início da turnê norte-americana, que a banda estava prestes a começar no país.

Com letras e temas mais pessoais, sobre cobiça, doença mental e envelhecimento - inspirados principalmente pela saída de Syd Barrett (1946-2006), que deixou o grupo em 1968, depois que sua saúde mental se deteriorou -, o álbum, que hoje completa 42 anos sinaliza uma nova fase no som do grupo formado em Londres, em 1965.

Trazendo profundas inovações no uso de instrumentos e efeitos sonoros existentes na época, como o som de alguém correndo em volta do microfone e a gravação de vários relógios tocando ao mesmo tempo, o LP foi um sucesso imediato que chegou ao topo da Billboard 200 nos Estados Unidos, na qual esteve por quase 15 anos.
 
 
Ouça 'Money', uma das faixas do disco: