DEMISSÃO
Band encerra contrato com Luiz Bacci após 10 meses de trabalho
André Vasco e Lígia Mendes estão na lista dos que podem ser dispensados
25/03/2015 | - Atualizado em 25/03/2015 - 14h20 Portal RAC
faleconoscorac@rac.com.br
Luiz Bacci
 
Tudo que é bom dura pouco, e para Luiz Bacci na Band não foi diferente. O apresentador era para cumprir 42 meses de contrato, no entanto ficou somente 10 meses na casa.
 
O apresentador, que trocou a Record pela Band em maio do ano passado, terá o contrato rescindido nos próximos dias. A ruptura, como havia sido especulado, começou a ser negociada na manhã desta quarta-feira (25) entre o jornalista e Diego Guebel, diretor-geral de Conteúdo da emissora. A saída de Bacci já está confirmada. Falta apenas acertar alguns detalhes.
 
A Rede Bandeirantes realmente está passando por algumas crises e não anda muito bem das "pernas". Bacci foi deixado de lado em uma ação de corte de gastos da empresa. Além do jornalista, outros apresentadores também terão seus contratos rescindidos. André Vasco e Lígia Mendes estão na lista dos que podem ser dispensados. Apenas José Luiz Datena e Ricardo Boechat têm seus empregos garantidos no momento, de acordo com o site Notícias da TV.

A Band tem mais vantagem se pagar multa contratual do que manter profissionais subaproveitados. No caso de Bacci, a multa fica em torno dos R$ 10 milhões, segundo pessoas próximas ao apresentador. Esse valor pode ser negociado entre as duas partes. Se mantivesse Bacci contrato por mais 32 meses, a Band desembolsaria mais de 10 milhões, considerando-se que ele tem salário mensal de pouco mais de R$ 300 mil.

Em maio de 2014, Luiz Bacci surpreendeu a todos ao deixar a Record, depois de cinco meses no comando do “Balanço Geral SP”, telejornal popular que vinha incomodando a Globo, impondo inúmeras derrotas ao “Vídeo Show”. O “Menino de Ouro” tinha acabado de renovar contrato com a Record, mas a proposta da Band era muito mais valiosa: ele ganharia quase o triplo (R$ 300 mil por mês) e comandaria dois programas, um diário e um game show aos domingos.

O game show nunca saiu do papel. O diário, o “Tá na Tela”, estreou em agosto e acabou em dezembro. A atração aumentou a audiência da Band entre 15h e 17h, mas era caro e dava prejuízo. Prevendo um 2015 difícil, a Band decidiu tirar o “Tá na Tela” do ar e mandou Bacci para o jornalístico matinal “Café com Jornal”.