REDE SOCIAL

Administre o Facebook de quem já faleceu

Recurso permite escolher uma pessoa para assumir controle parcial da conta depois de dono original falecer
12/02/2015 | - Atualizado em 12/02/2015 - 16h33 Portal RAC
faleconoscorac@rac.com.br
Foto: Stock photo
Administre o Facebook de quem já faleceu
Administre o Facebook de quem já faleceu
A rede social maios famosa do mundo, Facebook, anunciou nesta quinta-feira (12) uma ferramenta que permitirá ao usuário designar algum contato para assumir controle da sua conta após sua morte.
 
O sistema de herança funcionará inicialmente nos EUA, mas deve expandir a outros países.

De acordo com a diretora de produtos Vanessa Callison-Burch, a ferramenta foi criada a pedido de usuários que não se davam por satisfeitos em apenas “congelar” as páginas de seus contatos falecidos através do recurso de memoriais.

O novo recurso (acessível através do menu Configurações -> Segurança -> Legacy Contact) permite que o usuário escolha um contato para ser o seu “legacy contact” (que pode receber uma mensagem lhe avisando da responsabilidade no momento da escolha ou após a morte do usuário).
 
Administre o Facebook de quem já faleceu
 
 
O herdeiro terá permissão para:

1) Aceitar pedidos de novas amizades
2) Aceitar ser marcado em fotos
3) Designar um post para ficar sempre no topo da sua Linha do Tempo
4) Mudar foto de perfil e capa
5) Baixar arquivos da conta como fotos. As mensagens privadas, no entanto, continuarão bloqueadas. A conta herdada ficará como uma adicional da sua original, mas, para evitar incômodo, ele não receberá as notificações relativas à conta do falecido.
 
Para fazer essa implementação na sua conta do facebook basta clicar aqui e seguir os passos indicados. Com a implementação, as possibilidades para esse tipo de conta se ampliam:
 
1) A página do usuário se torna um memorial;
2) É possível simplesmente deletar a conta;
3) Designar um “herdeiro” para gerenciar sua conta.
 
Páginas de usuários que já foram congeladas e tornadas memoriais não poderão voltar atrás e aderir à novidade.

Segundo a porta-voz do Facebook, essa é apenas a primeira versão da ferramenta que deve ganhar melhorias, seguindo os pedidos de usuários, com o tempo.