CONTRA O CALOR

6 curiosidades sobre os efeitos da água no corpo

Selecionamos o que é verdadeiro e falso sobre o líquido essencial para a vida
19/01/2015 | - Atualizado em 19/01/2015 - 17h02 Portal RAC
faleconoscorac@rac.com.br
Foto: Divulgação
O ideal é consumir dois litros de água por dia
O ideal é consumir dois litros de água por dia
Com os termômetros ultrapassando cada vez mais fácil os 30 graus, a sede aperta e é impossível resistir a um copo d'água. O "líquido da vida", essencial na luta contra o calor, guarda alguns mitos entre as pessoas. Você conhece quais os seus reais efeitos no organismo?

1) Água com gás não engorda

A água com gás é o mesmo que água com gás carbônico. O único efeito é a diminuição da fome, com aumento da sensação de saciedade. A água, portanto, é essencial para quem quer emagrecer.

2) Tomar muita água durante as refeições não faz bem

A abundância de água no estômago faz com que ele mais elástico. Nessa condição, aos poucos, será necessário consumir mais alimentos. E aí, não tem jeito: o aumento de peso é inevitável.

3) Água em excesso faz mal

O consumo excessivo de água pode resultar num quadro de hiponatremia, uma disfunção na concentração de sódio no corpo. As consequências são mal-estar, dores de cabeças e até câimbras. O ideal é consumir dois litros de água por dia.

4) Tomar água rápido não é bom

A água deve ser tomada devagar, aos poucos. Bebê-la muito rápida pode gerar desconforto e náuseas.

5) Água antes de dormir não faz bem

O excesso de líquido no período noturno não é bom porque afeta o descanso, já que a vontade de ir no banheiro surge durante a noite que deveria ser de sono.

6) Evita dor de cabeça, mau humor e outros problemas

Dois litros de água podem ajudar a evitar dores de cabeça, vômitos, náuseas e até febre. Segundo especialistas, a sede deve ser evitada porque já demonstra que o corpo está em desidratação leve, ou seja, os estoques já estão abaixo do normal.
 
Veja também