OPORTUNIDADE

Sisu inscreve mais de 1,2 milhão de estudantes no primeiro dia

Por enquanto, o estado de São Paulo está com o maior número de inscritos, totalizando 156.385
20/01/2015 | - Atualizado em 20/01/2015 - 09h43 Portal RAC
faleconoscorac@rac.com.br
Foto: Reprodução
Sisu inscreve mais de 1,2 milhão de estudantes no primeiro dia
Sisu inscreve mais de 1,2 milhão de estudantes no primeiro dia
Balanço divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) mostra que o número de inscritos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) chegou a 1.283.251 até as 19h desta segunda-feira (19) - primeiro dia de inscrições. No ano passado, o Sisu registrou 1,05 milhão de pedidos de estudantes no primeiro dia de abertura do sistema online de inscrições.

De acordo com balanço parcial, São Paulo, com 156.385, é o estado com o maior número de inscritos até agora, seguido de perto por Minas Gerais, com 156.170 candidatos.

O Sisu seleciona estudantes com base nas notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Na primeira edição deste ano, o Sisu oferece 205.514 vagas em 5.631 cursos de 128 instituições públicas de educação superior. As inscrições vão até as 23h59 de quinta-feira (22). Podem participar aqueles que fizeram o Enem de 2014 e não tiraram nota 0 na redação.

Durante o período de inscrição, o candidato poderá consultar, em seu boletim na página do Sisu, a classificação parcial na opção do curso escolhido e, se desejar, mudar de opção até o fim do prazo. O sistema vai informar a nota de corte em cada curso a partir de amanhã (20).

Neste ano, haverá apenas uma chamada. Os demais processos tiveram duas chamadas regulares. O resultado será divulgado no dia 26.

Para cumprir a Lei de Cotas (12.711/2012), as instituições deverão reservar, no mínimo, 37,5% das vagas para os estudantes de escolas públicas. De acordo com o MEC, do total de 99 instituições federais participantes do sistema (59 universidades e 40 instituições de educação profissional), 68 já reservam 50% ou mais das vagas para candidatos provenientes de escolas públicas.
 
Fonte: Agência Brasil