RASCUNHO
Você sabe o que é o método de leitura veloz? Entenda como ele funciona
11/11/2014 | - Atualizado em 14/11/2014 - 17h36 Universia Brasil
faleconoscorac@rac.com.br


A tecnologia está cada vez mais presente na educação, o que inclui o ritmo de leitura. E não se trata apenas dos e-readers e e-books que incentivam as pessoas lerem em ambientes digitais. Atualmente, existem no mercado aplicativos que prometem potencializar a maneira como seus usuários leem, tornando-os muito mais rápidos.

É o caso do Spritz, que está disponível para tablets e smartphones. O segredo está em como esse software manipula o processo biológico da leitura, destacando palavras separadamente em uma espécie de caixa, com grande velocidade. Em teoria, é possível identificar as formas mais rapidamente, uma vez que elas estarão centralizadas na tela, na direção da fóvea, a parte da retina responsável pela identificação de formas. Com o método tradicional, a pessoa desloca o olhar para acompanhar a linha, fazendo com que a fóvea leve alguns segundos para centralizar as palavras.

Você também poderá se interessar por:

Em termos comparativos, a média de velocidade de um leitor comum é de 220 palavras por minuto, enquanto o Spritz promete fazer com que seus usuários consigam ler até mesmo 1000 palavras no mesmo tempo, e em vários idiomas.

No entanto, os críticos do método usam a falta de concentração como maior argumento contra a leitura veloz, alegando que a compreensão integral do texto é prejudicada. De fato, essa não é uma crítica voltada apenas para essa técnica, mas à própria leitura online, uma vez que pesquisas indicam que a velocidade das telas, bem como diversas janelas e efeitos sonoros, dispersam o leitor.
 
Veja também