ODONTOLOGIA

Estudo mostra que cirurgia bariátrica pode piorar saúde bucal

Pesquisa da USP aponta que Intervenção pode aumentar a chances de doença periodontal e o desgaste dos dentes
10/10/2014 | - Atualizado em 10/10/2014 - 17h17 Divulgação
faleconoscorac@rac.com.br
A cirurgia bariátrica beneficia pacientes que possuem o índice de massa corporal (IMC) excedido. Um novo estudo brasileiro descobriu que enquanto o procedimento pode melhorar as condições sistêmicas em pacientes obesos, ele pode afetar negativamente a saúde bucal dos mesmos. De acordo com o estudo, a cirurgia para a perda de peso pode aumentar a incidência de doença periodontal e desgaste do dente.

O estudo foi conduzido por pesquisadores da Universidade de São Paulo. Eles avaliaram as condições da saúde bucal, como saliva, profundidade da bolsa periodontal e desgaste do dente, antes e depois da cirurgia de bypass gástrico em 59 pacientes.

De acordo com o estudo, os níveis de IMC e glicose sanguíneo diminuíram significativamente após seis meses da cirurgia. Em adição, os níveis de proteína-C reativa (PCR), uma proteína sintetizada no fígado e utilizada como marcador de inflamação, diminuiu. Cerca de 67% dos pacientes apresentaram níveis altos de PCR antes da cirurgia e houveram reduções significativas desses níveis após a cirurgia.

Entretanto, os pesquisadores observaram um aumento na prevalência da bolsa periodontal. A profundidade da bolsa aumentou cerca de 0.5 mm após a cirurgia. Além disso, a porcentagem do desgaste do dente na dentina foi maior após a cirurgia.

O estudo, intitulado "Impact of Bariatric Surgery on Oral Health Conditions: 6-months Cohort Study” (Impacto da Cirurgia Bariátrica na Saúde Bucal: Estudo de coorte de 6 meses), foi publicado na revista International Dental Journal, principal meio de publicação científica da FDI World Dental Federation.
 
Fonte: Dental Tribune International - Brasil
 
Veja também



VEJA TAMBÉM