VESTIBULANDO

ENEM: 11 mitos que você precisa saber para não cometer enganos no dia da prova

Saiba o que NÃO fazer no exame. Provas acontecem nos dias 8 e 9 de novembro
13/10/2014 | - Atualizado em 13/10/2014 - 13h19 Universia Brasil
faleconoscorac@rac.com.br
Foto: Divugação
Dicas que podem te ajudar na hora da prova
Dicas que podem te ajudar na hora da prova


Apesar da grande quantidade de dados divulgados sobre o Enem, ainda circulam muitos mitos sobre o exame. A pior consequência disso é que os estudantes acabam se prejudicando por acreditar em informações enganosas que podem, inclusive, levar à invalidação da prova. Para evitar que todo o seu esforço seja desperdiçado, o site Universia Brasil esclareceu algumas das maiores armadilhas nas quais os estudantes acreditam. Confira:

1. Comer chocolate antes e durante a prova melhora o desempenho
O chocolate fornece energia imediata para quem o consome, porém, essa “força extra” tem curta duração. Outro efeito colateral é que o alimento, por conter alto teor de açúcar, pode se tornar um pouco indigesto, deixando o candidato desconfortável ao longo do exame. É importante lembrar que os chocolates não substituem o valor de uma refeição mais nutritiva, que deve ser feita antes do exame.

2. Bebidas alcóolicas ajudam a controlar a ansiedade
De todos os mitos, esse é o mais perigoso. Ingerir álcool antes da prova vai provocar sintomas como euforia e, posteriormente, sono. De qualquer maneira, o álcool atrapalha o raciocínio e impede a concentração, prejudicando seriamente o desempenho do estudante.

3. Existe tolerância para chegar ao local de prova
Os administradores dos locais de prova são instruídos a cumprir rigorosamente as instruções do MEC e fechar os portões às 13h, sem qualquer atraso. Por mais legítimo que seja o motivo de o aluno não ter chegado pontualmente, não será aberta qualquer exceção.

4. Administrar o tempo é a coisa mais importante para ir bem
Não necessariamente. O ENEM é uma prova longa e cansativa e o candidato pode se atrapalhar com o tempo e deixar de fazer questões importantes, logo, gerenciar o horário é vital. Contudo, não adianta saber se programar sem ter domínio do conteúdo. O sucesso no ENEM é garantido com a união do conhecimento, da administração do tempo e do controle da ansiedade.

5. Chutar é pior que não responder
O ideal é pelo menos tentar resolver a questão, mas se o aluno estiver desesperado, chutar pode ser a melhor opção, afinal, sempre há chances de acertar. Porém, até mesmo para arriscar uma alternativa é preciso bom senso. Eliminar as que estão claramente incorretas e tentar decidir entre apenas duas aumenta para 50% a chance de acerto.

6. O uso de lápis na prova é permitido
Ao contrário! Lápis, borracha e apontador são PROIBIDOS. O estudante deve fazer toda a prova com caneta preta de material transparente, segundo as regras do Edital do ENEM. Para os alunos que se sentirem inseguros na hora da redação, é melhor fazer um rascunho antes de passá-la a limpo.

7. Esquecer o título invalida a redação
O título é, na verdade, um elemento opcional da sua redação. Naturalmente, é melhor colocá-lo para deixar o texto completo, mas a falta dele não desconta pontos na hora da correção.

8. Não é permitido sair da sala antes de terminar a prova
Os candidatos têm todo o direito de sair da sala para ir ao banheiro, mas não devem abusar. Os fiscais de prova costumam organizar a saída de maneira a deixar apenas um estudante fora da sala por vez, o que pode gerar uma espécie de fila. É melhor não esperar até o último momento para ir banheiro.

9. Devo preencher o gabarito com um X
O gabarito nada mais é que um cartão ótico. Sendo assim, o padrão de preenchimento é determinado pelas condições das máquinas de leitura. Para que suas respostas sejam corretamente computadas, é preciso preencher todo o espaço da questão com caneta esferográfica preta, a única cor reconhecida pelo leitor ótico.

10. Posso sair do local de prova quando quiser
Existe um tempo mínimo de permanência na sala de prova, que é de duas horas após o início do exame. Essa medida é determinada pelo MEC para evitar fraudes e vazamentos da prova. Raramente os estudantes deixam o local antes disso, já que o teste é extenso e é preciso aproveitar cada segundo disponível.

11. Quem não fez a prova do sábado não pode fazer a do domingo
A ausência no primeiro dia não impede que o candidato preste o exame no segundo. O que acontece é que ele não será avaliado no primeiro dia, prejudicando muito o resultado final.
 
Para auxiliar em seus estudos, o hotsite Rac Concursos separou uma apostila completa de preparação para o Enem 2014
 
Veja também