Política, humor e censura: Veja o que está por trás da série Politicamente Incorreto


ENTREVISTA
Política, humor e censura: Veja o que está por trás da série Politicamente Incorreto
Atores Campineiros, Ton Crivelaro e Paulo Guilarducci, que estão no seriado, contam sobre os bastidores e dão suas opiniões
24/09/2014 | - Atualizado em 24/09/2014 - 10h47 Fernanda Bugallo
fernanda.bugallo@rac.com.br
Ironia, humor e muita crítica. O que começou como um stand up acabou virando uma série de tv: Politicamente Incorreto.
 
Trata-se de um comédia que mostra o dia a dia do deputado Atílio Pereira (personagem de Danilo Gentili) e seus assessores na turbulenta selva que é o congresso nacional. Atílio sofre uma grande transformação quando ele é envolvido em um escândalo de corrupção. Surpreendentemente, ele sai do escândalo como o político mais honesto do Brasil.
 
E quem vai contar sobre os bastidores do seriado são dois atores campineiros: Ton Crivelaro e Paulo Guilarducci.
 
Crivelaro é ator, dramaturgo, diretor e o responsável pela Campanha de Popularização do Teatro de Campinas. E Paulo é um campineiro formado em artes cênicas pela ECA e que praticamente nunca havia feito um trabalho em Campinas, somente no Rio de Janeiro e São Paulo.
 
Mas você sabe o que esses dois atores tem em comum? Assista a o bate-papo abaixo que fala sobre o seriado, política, campo de trabalho para atores de Campinas e Região, ditadura e censura.
 
E você, o que acha  do seriado e o que achou da entrevista? Comente essa entrevista e dê sua opinião!