PREPARAÇÃO

Professores dão dicas para a prova de língua estrangeira do Enem

Apesar de contar com apenas cinco questões, matéria exige cuidado dos candidatos
30/09/2014 | - Atualizado em 30/09/2014 - 19h10 Agência Brasil
faleconoscorac@rac.com.br
Foto: Cedoc/RAC
Candidatos farão o Enem no dia 9 de novembro
Candidatos farão o Enem no dia 9 de novembro
Mesmo com poucas questões no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a prova de língua estrangeira merece atenção dos estudantes na disputa ponto a ponto por uma vaga na universidade. Com cinco questões, a prova de língua estrangeira será aplicada no dia 9 de novembro. No momento da inscrição, o candidato optou por responder às questões de inglês ou de espanhol. Professores dos dois idiomas dão dicas para uma boa prova.
 
Inglês

A professora de inglês Marcele Alves, do Sistema Elite de Ensino, diz que a característica da prova de língua inglesa do Enem é cobrar que o estudante entenda a ideia central do texto. Ela cita a leitura como fundamental para o sucesso no exame. Os estudantes devem ler textos diversificados para ficar por dentro de temas da atualidade e adquirir vocabulário. A leitura também é importante para conhecer os diferentes gêneros textuais e assim permitir que o candidato identifique com facilidade a linguagem, o público-alvo e objetivos do texto. “O estudante precisa adquirir vocabulário antes da prova e, para isso, acessar sites de cartuns, ler textos da Times, Newsweek, BBC News, ler receitas, manuais, qualquer contato que ele tiver com a língua inglesa pode ser favorável”.

Marcele orienta que, ao começar a prova, o estudante identifique o tipo de texto, leia com atenção o título para capturar a ideia geral e procure palavras que estejam destacadas em negrito e itálico, números e conectores entre os parágrafos que conferem coesão ao texto.

Fazer provas de edições anteriores é outra dica da professora de língua inglesa. “As bancas [que elaboram a prova] têm uma lógica na hora da cobrança. Uma vez que você tem a mesma banca fazendo o exame, elas normalmente funcionam da mesma maneira e ai você começa treinar para fazer aquele tipo de questão”, diz.
 
Espanhol

A prova de espanhol do Enem é considerada extensa e sem “pegadinhas” pelo professor de espanhol do curso online Proenem, Carlos Belém. Ele observa que, geralmente, os textos são longos e têm temas variados, sem relação entre eles.

O professor também recomenda muita leitura, que os estudantes fiquem atentos aos pronomes de tratamento, conectivos e conheçam os principais personagens da literatura hispanoamericana. “Ele [o candidato] tem que ter uma carga de leitura muito grande, assim ele enxerga mais facilmente o gênero do texto e vai conseguir entender mais facilmente”, disse. O enunciado das questões é um item que merece atenção, segundo Carlos Belém, para compreender claramente o que é pedido. Vale, inclusive, sublinhar os verbos de comando do enunciado.

No caso da prova de espanhol, ele destaca que é importante identificar as pessoas relacionadas no texto. “O autor se faz personagem ou não? Ele se assoma no texto, ou seja, se demonstra no texto com verbo na primeira pessoa do singular ou do plural? Isso cai muito em espanhol. Temos que tomar cuidado com 'nosotros', que aí tenho que identificar as pessoas envolvidas”, explica o professor.

É importante ainda identificar a forma de tratamento do texto, se é formal, com o uso do usted, ou informal, com o tu, recomenda Belém. Conhecer os conectivos também é fundamental para faciliar o entendimento, diz o professor. Ele cita, por exemplo, o sin embargo, que apresenta ideias opostas, e o pero, que significa mas.
 
Veja também