GENGIVITE

Aprenda como prevenir e tratar a gengivite

Saiba sobre a prevenção e tratamento da temida gengivite
13/08/2014 | - Atualizado em 13/08/2014 - 18h57 Divulgação
faleconoscorac@rac.com.br
Foto: Divulgação
Consulte seu dentista regularmente
Consulte seu dentista regularmente
A gengivite é relativamente fácil de tratar quando detectada a tempo. O tratamento começa com uma consulta com o seu dentista ou higienista dental para efetuar uma meticulosa limpeza profissional, a fim de eliminar o sarro e a placa. O sarro é uma substância dura que recobre os dentes quando se acumula placa durante certo tempo.

Este processo de limpeza no consultório de seu dentista, denominado raspagem, pode ser molesto se suas gengivas forem sensíveis, por isso assegure-se de falar com seu dentista ou higienista dental se estiver nervoso, e eles farão sugestões para conseguir que o procedimento seja tão livre de estresse como for possível.

Depois da limpeza profissional para eliminar o sarro e a placa, as gengivas podem estar sensíveis durante uns dias, mas você logo observará melhoria. Há fio dental especializado para gengivas sensíveis (e também para limpar ao redor de trabalhos e aparelhos dentais). Você deve manter a saúde oral mediante uma rotina saudável de escovação dos dentes duas vezes por dia e uso diário de fio dental, a fim de ajudar a prevenir a recorrência da gengivite, mediante a remoção da placa. Seu dentista ou higienista dental pode recomendar escovação dos dentes mais freqüente (depois de cada comida ou merendas), ao menos até que as gengivas comecem a ver-se normais e saudáveis, antes de determinar a rotina de escovação duas vezes por dia e uso diário de fio dental. Seu dentista também poderá sugerir um enxágue anti-séptico para ajudar a controlar as bactérias.

Além disso, os dentes mal alinhados ou as coroas e pontes dentais desgastadas ou mal ajustados podem favorecer a doença das gengivas, por isso você deveria falar sobre a solução destes problemas com seu dentista, e possivelmente com um ortodontista ou cirurgião oral.
 
FONTE: Oral-B
 
Veja também



VEJA TAMBÉM