CORPO SAUDÁVEL

Como perder a barriga sem dietas mirabolantes

Os programas de emagrecimento que tem efeitos duradouros são aqueles que orientam a prática regular de atividade física e a reeducação alimentar
12/06/2014 | - Atualizado em 08/08/2014 - 07h53 Mariane Montedori
mariane.montedori@rac.com.br
Foto: Divulgação
Vale lembrar que alimentos com lactose são os vilões do inchaço na região da barriga
Vale lembrar que alimentos com lactose são os vilões do inchaço na região da barriga



Está cansada de dietas malucas que excluem carboidratos ou te fazem comer só alguns tipo de alimentos? Eu também! Algumas dietas influenciam na saúde, te deixam com aspecto sempre cansado e sem aquele 'up' de viver. Tudo em prol da barriga sequinha! E por acreditar nessas promessas, nos dispomos a tais sacrifícios em prol do corpo perfeito. No fim, acabamos por identificar que tudo não passa de uma grande enrolação. De fato, há um emagrecimento. No bumbum e nos peitos principalmente, não é meninas? Mas a barriguinha continua lá: saliente. E quando ela aparenta diminuir, é por pouco tempo. Então, o que fazer? Como emagrecer de forma saudável, rápida e ainda mais: como manter o corpo conquistado?

Você também poderá se interessar por:
- Como diminuir a barriga em uma semana
- Dez passos para evitar o inchaço e emagrecer até 6 kg
- Receitas caseiras para acabar de uma vez por todas com as estrias

Os programas de emagrecimento que tem efeitos duradouros são aqueles que orientam a prática regular de atividade física e a reeducação alimentar. No entanto, se praticados continuamente, tornam o resultado visível principalmente na região da barriga, na redução de peso e na gordura corporal. Então, mãos a obra:
 
Primeiramente, esqueça alimentos gordurosos e frituras. Não vamos impedir você de comer nada. Apenas aumentar o espaço de tempo entre um salgadinho e outro. Limite-os num primeiro momento, aos finais de semana. E com o tempo, aumente ainda mais este intervalo. 15 em 15 dias é o tempo ideal. 

Vá as compras! Deixe os mercados de lado e prefira os hortifrútis, com verduras e frutas mais frescas e sem tantas tentações pré-preparadas. Separe os mais variados tipos de verduras, pense em cada dia. E não deixe também de ingerir uma carne. Pode ser carne de frango. Pelo menos uma vez a cada dois dias. 

Exercite-se! É claro... você não pensou que as gordurinhas somem do nada, não é? No entanto, não é necessário passar o dia na academia para alcançar esse objetivo. O segredo da queima de calorias está nos exercícios constantes. Comece por caminhar todo dia. Nos dois primeiros dias, caminhe por uma hora. Depois, diminua o tempo mas aumente a intensidade. Ande mais rápido por cinco minutos, caminhe por mais cinco. E por aí vai. Sempre intercalando. Até conseguir chegar na famosa 'corridinha'. 

Abdominais. E pra quem pensa que só existe um tipo, está muito enganado. Para definir a região da barriga, você pode começar com as abdominais convencionais, onde se eleva o tronco e a cabeça até a região das pernas e depois intercalar com as abdominais contrárias, elevando as pernas até a região da cabeça. Faça revezamento de 15. Para cada 15 abdominais normais, um descanso rápido. Continue com mais 15 abdominais contrárias. Faça três de cada.

Preparada? Então vamos a revisão:
Alimentação saudável e controlada, sempre nos horários certos. Um fim de semana a cada 15 dias para se sentir livre.
Caminhada intercalada com corrida por um hora, diariamente. 
Abdominais intercaladas, diariamente. 15 em 15.

Seguindo essas dicas, além de conquistar uma vida mais saudável, a perda de peso deve ficar evidente dentro de 20 dias. Faz um mês que estou seguindo esta orientação da minha nutricionista e confirmo: não é fácil. A princípio, o que mais senti falta foi dos salgados e frituras, que adoro. A luta maior é justamente essa: ceder a vontade e substituir alimentos. Com o tempo, seu corpo se acostuma e a vontade passa. Mas lembre-se: a melhor orientação é aquela passada por um profissional. Ele saberá reeducar sua alimentação de acordo com seu estilo de vida.