MODA

Vestidos retrô dão romantismo ao guarda-roupa

Clássicos pós-guerra ganharam releitura da estilista Luiza Pannunzio
29/07/2014 | - Atualizado em 29/07/2014 - 18h26 Divulgação
faleconoscorac@rac.com.br
Foto: Divulgação/Fractal.D
Novas criações são inspiradas em modelos utilizados por divas do cinema
Novas criações são inspiradas em modelos utilizados por divas do cinema
 
Ao término da Segunda Guerra Mundial, o guarda-roupa das mulheres sofreu grande renovação. O estilista Christian Dior, em sua primeira coleção pós-guerra, apresentada em 1947, surpreendeu com modelos de saias rodadas, recheadas de tecidos, com comprimento até a altura do tornozelo e cintura bem marcada. As criações fizeram muito sucesso e chegaram a inspirar divas do cinema, como Sophia Loren, Audrey Hepburn e Marilyn Monroe.

Após mais de seis décadas, esses charmosos vestidos voltam à cena, pelas mãos da estilista Luiza Pannunzio, agora, em releituras modernas, mas que continuam combinando, perfeitamente, com cardigans, boleros e lenços.
 
De acordo com a estilista, os vestidos retrô afinam a silhueta e destacam, com elegância, as curvas femininas.  "São peças curinga, que vestem todos os tipos de manequim", explica. Os modelos receberam tecidos e estampas atuais, sem perder a feminilidade e o romantismo dos anos dourados.
 
Veja também