ESTILO RAC

Saiba os cuidados na hora de escolher seu cirurgião plástico

Para evitar maus resultados o paciente deve prestar atenção em vários quesitos
29/07/2014 | - Atualizado em 22/07/2014 - 17h07 Divulgação
faleconoscorac@rac.com.br
Foto: Divulgação
Cirurgia plástica exige cuidados
Cirurgia plástica exige cuidados
Tão importante quanto escolher o procedimento cirúrgico, é prestar atenção ao médico que fará a cirurgia. Os bons resultados dependem muito disso, entre outros fatores como suas expectativas, infraestrutura, formação do profissional, entre outras.

O cirurgião plástico da Clínica Bellevie, de São José do Rio Preto, Rodrigo Motta, explica como escolher o médico e quais os itens que devem ser observados antes da cirurgia.

1 - Qual é a primeira providência a ser tomada na hora de escolher um cirurgião plástico?

Dr Rodrigo Motta - Primeiro, saber se o profissional realmente tem título de especialista em cirurgia plástica e, em segundo lugar, saber de outros pacientes que tenham passado por cirurgias com esse profissional, questionando condutas, acompanhamento e resultados.
 
2 - O que devo perguntar durante a consulta?

DRM - Diga a ele quais são suas expectativa com a cirurgia e se ela realmente está indicada para seu caso pois alguns pacientes podem pedir alterações que podem comprometer a harmonia do corpo. No entanto a decisão final é sua. É seu direito escolher se vai ou não realizar a cirurgia. Não esqueça de fazer todas as perguntas e ouvir tudo o que ele disser com a maior atenção. Ou seja, o paciente deve procurar ouvir o que o profissional diz e julgar a coerência dos fatos.

3 - Posso buscar referências com ex pacientes ou pacientes dele?

DRM - Deve, mesmo antes da primeira consulta, se for possível.

4 - O que ele poderá "prometer" em termos de resultados?

DRM - Ele deverá prometer realizar o procedimento acordado e o acompanhamento de todo o pós-operatório. Desconfie sempre quando o médico promete resultados e diz que apenas ele domina determinada técnica. Não existem resultados milagrosos. A cirurgia plástica evoluiu muito nos últimos anos e a procura pelos procedimentos cresceu consideravelmente, entretanto certifique-se de que suas expectativas são realistas e pesquise antes de optar pela cirurgia.

5 - Ele deverá me informar sobre todos os riscos do procedimento? E também me passar exames pré-operatórios?

DRM - Sim, deverá informar todos os riscos envolvidos e avaliar clínica e laboratorialmente o estado de saúde do paciente, com a liberação de um clínico para o procedimento. O médico deverá informá-lo detalhadamente sobre como será o procedimento cirúrgico como o nível de complexidade, o tipo de anestesia, a internação, o repouso, as restrições na vida cotidiana, os cuidados em longo prazo.

6 - Fotografias "antes e depois" são necessárias?

DRM - São muito importantes, tanto para o profissional, quanto para o paciente para que as partes possam acompanhar os resultados.

7 - O que fazer caso não ocorra o resultado esperado?

DRM - Discutir suas expectativas com seu médico, ansiedades e, aguardar o tempo necessário para uma melhor avaliação em conjunto.

08 – Existem contraindicações para a realização de uma cirurgia plástica?

DRM - Não é bem uma contraindicação mas o médico deverá advertir o paciente quando ele acredita que a cirurgia mudará sua vida ou resolverá seus problemas emocionais. Outro caso é quando o procedimento não será suficiente para melhorar uma determinada região do corpo. O médico deve informar ao paciente sobre isso.

O médico também deve perceber se a pessoa possui algum problema de dismorfia corporal, ou seja, apenas ela pensa que tem algum defeito estético, quando na verdade não o tem. O ideal também é que o paciente esteja em boas condições emocionais.
 
Veja também



Comente
Nome:      E-mail:  
Cidade:      Profissão:  
Informe o resultado do cálculo abaixo:
 
   Não divulgar meu email
Comentário:
Quantidade de toques disponíveis: 500