JUSTIÇA

Caso Lobo: TJ decide por correção parcial do processo

Advogado de defesa do mecânico Cláudio diz que o cliente não teve chance de se defender no processo
20/05/2013 | - Atualizado em 20/05/2013 - 16h20
Foto: Divulgação
Cão rottweiler Lobo, arrastado pelo próprio dono em Piracicaba
Cão rottweiler Lobo, arrastado pelo próprio dono em Piracicaba



Com informações da Gazeta de Piracicaba e Ong Vira Lata Vira Vida



O recurso solicitado, em 2012, pela defesa do mecânico Cláudio Cesar Messias, condenado no início deste ano pela morte do cachorro rottweiler Lobo, para correção parcial do processo, foi aceito pelo TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) no último dia 9 de maio.
 

O juiz Ivo de Almeida determinou que o cartório em que o processo tramita envie todas as peças do processo à Vara Judicial do Tribunal. A Câmara deve avaliar e dispor, se achar justo, sobre a suspensão ou anulação dos atos do processo.
 

De acordo com o advogado do mecânico, José Silvestre da Silva, o recurso contesta o procedimento do juiz no caso. “Na época, a documentação foi providenciada pela presidente da ONG Vira Lata Vira Vida. Isto não é uma coisa ética, a testemunha não tem autoridade para juntar provas”, afirma Silva.
 

“O juiz do caso não permitiu que o acusado se defendesse. Queremos provar que o acusado teve uma parcela de culpa, mas não agiu da forma como foi apontada. Não foi responsável pela morte do Lobo, acrescenta.
 

A presidente da Entidade Vira Lata Vira Vida, Miriam Miranda, afirma que não colocou a mão em nenhuma documentação. Toda as provas enviadas foram laudos veterinários.
“Só me envolvi no caso quando fui chamada para testemunha de defesa. Até então, cuidava apenas da saúde de Lobo”, revela.

 

Diante a nova decisão do TJ-SP, Miriam disse que vai acompanhar de perto o trâmite.
“Apesar da correção parcial solicitada não mudar a decisão final, que acusa o mecânico pela morte do cachorro, ela mostra que esperar pela justiça no Brasil é a mesma coisa que nada, pois ela não virá. A maior punição do Cláudio é a da sociedade que o intitula como homem que arrastou o Lobo, explica.





Veja também

 



Comente
Nome:      E-mail:  
Cidade:      Profissão:  
Informe o resultado do cálculo abaixo:
 
   Não divulgar meu email
Comentário:
Quantidade de toques disponíveis: 500


Comentários
  • Em 23/05 as 12h09 por:maria do carmo carvalho
    O cão Lobo teve chance de se defender?
  • Em 22/05 as 16h23 por:Neusa
    Esse covarde que torturou e matou o Lobo devia estar na cadeia. Lá é o lugar de infelizes como ele.
  • Em 22/05 as 12h44 por:ira
    Dono,um famigarado nome para quem possui animal e assim quer ser chamado
  • Em 21/05 as 19h12 por:Ivo
    E por acaso cão teve oportunidade de se defender? parece que não...
  • Em 21/05 as 02h54 por:lunardi
    justiça nesse país é uma prerrogativa exclusiva aos burgueses, aos influentes e aos famosos. Pobre animal, Deus lhe fará a verdadeira justiça, bem como a todos injustos.
  • Em 20/05 as 23h25 por:Márcia
    Cadeia pra esse cara. A justiça no Brasil está uma piada! Que juizes medíocres que, infelizmente, temos.
  • Em 20/05 as 20h05 por:eu penso o seguinte.............
    defesa não teve o animal, inocente, que foi arrastado convardemente!!!! cadeia é pouco!!!! tem fazer o mesmo com ele!!! não o chamo de animal em respeito aos inocentes irracionais que não tem como falar!!!!